Schermata 2014-02-28 a 12.04.09A manchete de hoje do jornal italiano Corriere della Sera não é nada otimista para quem está pensando em fazer as malas e arriscar a sorte na Itália. O jornal diz: “Desemprego ainda crescente: 12,9% – Um milhão de vagas de trabalho a menos desde 2008”.

Mas não são apenas os números sobre o desemprego geral na Itália que chamam atenção. O que deixa realmente perplexo são os dados dos jovens (15-24 anos) em busca de emprego: 42,4% estão desempregados. O que esse dado pode indicar? Que quem já tinha um emprego na Itália, até tem conseguido mantê-lo, mas quem chega agora no mercado de trabalho encontra muita dificuldade em uma vaga nova.

A matéria ressalta por exemplo, como o número de gente perdendo emprego está em constante crescimento: de 2012 para 2013 houve um aumento de 478 MIL pessoas sem emprego que se somaram aos já desempregados dos anos anteriores.

O dado é preocupante, seja para quem quer mudar para a Itália como para quem já mora aqui, porque indica que as condições de vida estão piorando no país. E com mais gente desempregada, mais as diferenças sociais aumentam e consequentemente aos poucos chegam todos aqueles efeitos colaterais que a gente detesta: violência, serviços públicos insuficientes e por aí vai.

Como sempre, só espero que a Itália não se torne o Brasil e que o Brasil melhore muito a sua distribuição de renda porque acho ridículo ler aquelas mensagens do facebook que ensinam como dirigir para evitar roubos, sequestros relâmpagos. Sem falar dos tutoriais que ensinam a como reagir a assaltos… é o fim da picada, não é? Desigualdade social é uma lástima!

14 COMENTÁRIOS

  1. Ola barbara achei maravilhoso o trabalho que vc faz!!!!ajudando as pessoas,fiquei 10 anos na Italia sou chimica,trabalhei por 8 em Milano,enfelismente em 2013 a firma onde trabalhavo fechou!!tive que voltar para o brasil,mais a verdade e que Minha vida meus planos estavam ai amo esse pais onde tive oportunidade recolhecimento profissional,enfim penso em voltar o prossimo ano espero que as coisas melhore quem!!!um abraço parabens pelo seu trabalho successo um abraço bacio.

  2. Ola barbara achei maravilhoso o trabalho que vc faz!!!!ajudando as pessoas,fiquei 10 anos na Italia sou chimica,trabalhei por 8 em Milano,enfelismente em 2013 a firma onde trabalhavo fechou!!tive que voltar para o brasil,mais a verdade e que Minha vida meus planos estavam ai amo esse pais onde tive oportunidade recolhecimento profissional,enfim penso em voltar o prossimo ano espero que as coisas melhore !!!um abraço parabens pelo seu trabalho successo um abraço bacio.

  3. Olá Giuseppe, tudo bem?
    Obrigada pelo link, a matéria é bem interessante.
    Na verdade está mais ou menos na linha do que eu digo: quem já tinha um trabalho na Itália tem menos dificuldades neste momento. O problema é para quem chega agora no mercado de trabalho, caso dos jovens e recém formados, por exemplo. Ou mesmo dos estrangeiros.

    Além disso, um outro fato que talvez o artigo não tenha mencionado é que muitas pequenas empresas estão fechando suas portas. Consequentemente, os proprietários dessas pequenas empresas não apenas não dão mais trabalho a ninguém como ficam digamos “desocupados”.

    Em várias cidades, a quantidade de lojas que fechou as portas é impressionante. Digo isso porque teve cidades que fiquei um ano sem ver quando voltei metade das lojas que conhecia não existia mais.

    Espero que esta crise passe logo. Quem sabe Matteo Renzi será capaz de realmente fazer alguma coisa por esse país? Vamos aguardar, esperando nas boas novidades.

    Um abraço para você e obrigada pela participação.

    Barbara

  4. Estava pensando em ir para Itália com uma mão na frente e outra atrás, pelo jeito, a coisa esta feia.

  5. Pena que não tive a fortuna de conhecerti. Morei em milano por 13 anos, retornei ao Brasa 01/2014. Estava morrendo de saudades do brasil e 3 meses dopo descobri que não consigo viver aqui. Desigualdade, violência, assaltos e um estilo de vida nada condizente com aquele que estava habituado na Itália. Trabalhava como operador de maquinas e o pior de tudo é que mio capo me há detto che posso tornare quando voglio; che mio posto c´e ancora. Mia preocupazione é com essa instabilidade da italia, Qual o teu ponto de vista em relação ao futuro da italia?

  6. Denis,
    Se você tem trabalho garantido, e portanto, a certeza de que terá como se manter, as coisas ficam mais fáceis para você, não é mesmo?
    A única coisa é ter certeza se o lugar para você está mesmo disponível ou é blabla, aquelas coisas que as pessoas sempre falam pensando que a hipótese é remota.
    Além disso, ninguém melhor do que você conhece a Itália. Reflita sobre o porque você quis ir embora, relembre do seu dia a dia e faça uma lista de pros e contras. Haja energia para ficar indo para lá e para cá, mudando tudo e recomeçando do zero, hein? Uma coisa é sair de férias, outra mudar de vida… Pense bem antes de tomar sua próxima decisão.
    Um abraço e boa sorte,

    Barbara

  7. Olá. Tenho 45 anos, curso superior e gosto muito de cuidar de idosos. Você saberia me informar se há vagas para cuidadores de idosos na Itália e se é uma profissão valorizada? Desde já agradeço.

  8. Nossa, queria muito ir pra Itália e estudar lá mas vendo isso não sei mais o que fazer , estou muito confusa , precisaria de um emprego pra viver nesse país mas se está assim nem vale a pena. Acho melhor ficar aqui no Brasil mesmo .

  9. Bom dia,
    estou pensando em ir para a Itália trabalhar de marceneiro.
    Tenho conhecimento aprofundado nessa área e gostaria de sua opinião sobre esse assunto.
    Tenho cidadania Italiana.
    Desde já agradeço sua resposta.
    Abraços e sucesso

  10. Olá.
    Preparei toda a documentação para tentar frequentar a Universidade Italiana (traduções juramentadas, regularizações, etc). Por fim não consegui me matricular via consulado. Um funcionário do Consulado me disse que uma forma de conseguir se matricular em Universidades Italianas é saindo do Brasil com um visto de trabalho e requerendo na Italia o Permesso di Soggiorno per motivi di lavoro. Uma vez em posse desse permesso, o acesso a Universidade é tranquilo.
    Existe uma possibilidade de eu encontrar um trabalho, seja lá qual for, mesmo ainda estando aqui no Brasil, considerando meu motivo maior?

  11. Bom dia Bárbara ;

    Como funciona a enfermagem na Itália muito quebrada/;?Precisam de enfermeiros obrigada

Comments are closed.